quarta-feira, outubro 04, 2017


"Ouvi, filhos, a instrução do pai, e estai atentos para conhecerdes a prudência.
Pois dou-vos boa doutrina; não deixeis a minha lei.
Porque eu era filho tenro na companhia de meu pai, e único diante de minha mãe.
E ele me ensinava e me dizia: Retenha o teu coração as minhas palavras; guarda os meus mandamentos, e vive.
Adquire sabedoria, adquire inteligência, e não te esqueças nem te apartes das palavras da minha boca.
Não a abandones e ela te guardará; ama-a, e ela te protegerá.
A sabedoria é a coisa principal; adquire pois a sabedoria, emprega tudo o que possuis na aquisição de entendimento.
Exalta-a, e ela te exaltará; e, abraçando-a tu, ela te honrará.
Dará à tua cabeça um diadema de graça e uma coroa de glória te entregará.
Ouve, filho meu, e aceita as minhas palavras, e se multiplicarão os anos da tua vida.
No caminho da sabedoria te ensinei, e por veredas de retidão te fiz andar.
Por elas andando, não se embaraçarão os teus passos; e se correres não tropeçarás.
Apega-te à instrução e não a largues; guarda-a, porque ela é a tua vida.
Não entres pela vereda dos ímpios, nem andes no caminho dos maus.
Evita-o; não passes por ele; desvia-te dele e passa de largo.
Pois não dormem, se não fizerem mal, e foge deles o sono se não
fizerem alguém tropeçar.
Porque comem o pão da impiedade, e bebem o vinho da violência.
Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito.
O caminho dos ímpios é como a escuridão; nem sabem em que tropeçam.
Filho meu, atenta para as minhas palavras; às minhas razões inclina o teu ouvido.
Não as deixes apartar-se dos teus olhos; guarda-as no íntimo do teu coração.
Porque são vida para os que as acham, e saúde para todo o seu corpo.
Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida.
Desvia de ti a falsidade da boca, e afasta de ti a perversidade dos lábios.
Os teus olhos olhem para a frente, e as tuas pálpebras olhem direto diante de ti.
Pondera a vereda de teus pés, e todos os teus caminhos sejam bem ordenados!
Não declines nem para a direita nem para a esquerda; retira o teu pé do mal." (Provérbios 4:1-27)

quarta-feira, setembro 20, 2017

Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto. (Isaías 55:6)



Quando a humanidade pecou teve de enfrentar as consequências dos seus erros, as consequências da separação de Deus e do castigo eterno no inferno.
Mas o arrependimento traz o homem de volta a Deus, se esse se arrepender e aceitar Cristo como seu Salvador, o Senhor muda a sua história. 
Todos os seres humanos herdaram a natureza pecadora de Adão depois da sua queda, e assim todos que vieram ao mundo herdaram tal natureza pecaminosa.
É por isso que Deus traçou um plano infalível de salvação, através de Jesus Cristo, e Ele é o único que pode resgatar e salvar o perdido para a vida eterna.
Deus nos chama ao arrependimento e providencia o caminho que devemos andar. Uma vez que Jesus pagou o preço das nossas transgressões, o pecado já não pode ter domínio sobre nós, e nisso fomos feito filhos de Deus e fazemos parte da nova Aliança de Cristo, através do arrependimento de nossos erros.

"Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus." (Mateus 3:2).
 A pessoa precisa compreender a gravidade da natureza do pecado e  todas as suas consequências, sabendo que a "pena de morte ou o salário do pecado" nos traz não só a destruição de nossas vidas mas, sim de nosso espírito, que nos afasta de Deus e da vida Eterna, na qual, o pecado é o resultado mediante os erros da pessoa, na qual transgredindo o mandamento do Senhor trouxe o mal para si mesmo. 
Infelizmente, todas as pessoas que não aceitaram a Jesus estão longe do caminho da Salvação, e a sentença cairá sôbre as suas cabeças no dia do julgamento do Senhor.
"Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno os seus pensamentos, e se converta ao Senhor, que se compadecerá dele; torne para o nosso Deus, porque grandioso é em perdoar". (Isaías 55:7)



sexta-feira, agosto 11, 2017

Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus. (Mateus 4:4)


"Há muitos anos, em uma véspera de natal, um homem muito rico que não tinha mulher, filhos, nem qualquer outro familiar, decidiu presentear todos os empregados de sua mansão. Na hora do jantar, ele chamou os funcionários e pediu para que eles se assentassem à mesa. À frente de cada um havia uma Bíblia e uma pequena quantidade em dinheiro. Depois que todos se acomodaram, o homem perguntou:
- O que vocês preferem receber de presente de natal: esta Bíblia ou este valor em dinheiro? Não fiquem tímidos, vocês podem escolher o que quiserem.
O primeiro empregado a se manifestar foi o zelador:
-Senhor, eu gostaria muito de receber a Bíblia, mas como não aprendi a ler, o dinheiro será mais útil para mim.
O jardineiro foi o segundo a falar:
- Senhor, minha esposa está muito doente, e por esta razão eu tenho mais necessidade do dinheiro. Caso contrário, escolheria a Bíblia, com certeza!
A terceira foi a cozinheira:
- Senhor, eu sei ler. Para falar a verdade, é uma das coisas que mais gosto de fazer. Porém, eu trabalho tanto que nunca consigo arranjar tempo nem para folhear uma revista, quanto mais ler a Bíblia. Por isso, vou aceitar o dinheiro.
Por fim, chegou a vez do menino que cuidava dos animais da mansão. Como o senhor sabia que a família do garoto era muito pobre, ele se adiantou:
- É claro que você vai pegar o dinheiro, não é mesmo, rapaz!? Você pode comprar alimentos para fazer uma boa ceia de natal em sua casa, além de comprar uns sapatos novos.
O menino, então, surpreendeu a todos com a sua resposta:
-Não seria nada mal comprar um peru e outras comidas saborosas para dividir com meus pais e meus irmãos neste natal. Eu também preciso de um par de sapatos novos, já que os meus estão muito velhos. Mas, mesmo assim, vou escolher a Bíblia. Sempre quis ter uma. Minha mãe me ensinou que a Palavra de Deus vale mais do que o ouro e é mais saborosa que um favo de mel.
Ao receber a Bíblia, o menino imediatamente a folheou e encontrou dentro dela dois envelopes. No primeiro, havia um cheque com valor 10 vezes maior do que o dinheiro deixado pelo senhor em cima da mesa. Já no segundo, havia um documento que fazia daquele que escolheu a Bíblia, o herdeiro de toda a fortuna do homem rico!
Diante da emoção do garoto e do espanto dos outros empregados, o senhor abriu uma das Bíblias e leu em voz alta para que todos ouvissem:
"A lei do Senhor é perfeita, e revigora a alma. Os testemunhos do Senhor são dignos de confiança, e tornam sábios os inexperientes. Os preceitos do Senhor são justos, e dão alegria ao coração. Os mandamentos do Senhor são límpidos, e trazem luz aos olhos. O temor do Senhor é puro, e dura para sempre. As ordenanças do Senhor são verdadeiras, são todas elas justas. 
São mais desejáveis do que o ouro, do que muito ouro puro; são mais doces do que o mel, do que as gotas do favo" (Salmos 19: 7-10)."
A Palavra de Deus é o maior tesouro que podemos encontrar nas nossas vidas. Ela nos ensina todas as coisas necessárias que precisamos, tanto para nossa carne quanto para o nosso espírito. 

quarta-feira, julho 12, 2017

Porque, tendo em vista o que Ele mesmo sofreu quando tentado, Ele é capaz de socorrer aqueles que também estão sendo tentados (Hebreus 2:18)


O pecado denomina as portas de entrada, na qual o diabo tem acesso ilimitado para fazer o que quer na vida de uma pessoa.
Satanás não tem direito de afligir a vida do homem, se não haver direitos legais, ou seja, legalidade que o pecado dar. Desta forma, a responsabilidade do cristão que tem as suas vestes lavadas no Sangue de Cristo, é defender-se e não aceitar a situação que ele possa está vivendo devido os ataques do maligno.
Sabendo que, nenhum demônio pode resistir quando é expulso no nome de Jesus, assim como diz em Tiago 4:7, " Resistir, ao diabo e ele fugirá de vós."
Em efésios 6:11 o cristão é exortado a revestir-se de toda armadura de Deus. Desta forma ele não fica vulnerável, às ações do diabo.
 Devemos nos levantar nessa "guerra espiritual" que aflige a vida do ser humano, na autoridade
e poder, que é a nossa herança, conquistada por Jesus.
Infelizmente, satanás está bem organizado, juntamente com seu reino maligno, para destruir o ser humano e assim, ele opera sistematicamente contra todos nós. Por isso que devemos estar constantemente atentos, vigilantes e não ocupar as nossas vidas em coisas ou atitudes que dar lugar para o diabo agir. É preciso meditar na Palavra de Deus e aprendermos a estar sobre a submissão do Senhor Jesus Cristo.
A falta de compromisso com Deus faz com que erramos e vivemos na concupiscência da carne, trazendo com isso os males e maldições.
"Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor" (1 Coríntios 15:58)

terça-feira, julho 04, 2017

"Hoje, se ouvirdes a sua voz, Não endureçais os vossos corações " (Hebreus 4:7)


Algumas pessoas de um modo geral, não conseguem ver o mundo espiritual como ele é realmente, não conseguem ver as coisas que ocorrem no dia a dia, sejam os obstáculos, as dificuldades, conflitos, confrontos familiares, doenças, em outros males.
Pois, ainda que conhecem no ponto de vista espiritual, não sabem como agir em relação a uma batalha e muitas vezes, ver o problema naturalmente.
Em um conflito ou contenda, seja familiar ou não, a posição correta a tomar é seguir o que Jesus falou:
"Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais" (Efésios 6:12)

Vivemos em um confronto diariamente com as forças do mal, e não há como recuar, pois é uma guerra espiritual que envolve a todos e a Igreja do Senhor Jesus. 
"Ninguém que põe a mão no arado e olha para trás é apto para o Reino de Deus" (Lucas 9:62)
As batalhas espirituais existem e só podemos vencer, mediante a Palavra do Senhor e um comprometimento com Deus.
"Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração" (Hebreus 4:12)
Precisamos nos despertar e nos lançarmos na presença de Deus com orações e jejuns para quebrarmos as resistências e os poderes do exército maligno, na qual procura "brechas" para destruir o homem no seu próprio erro.
A brecha é uma fenda, uma ruptura, uma parte vulnerável que a pessoa abre na sua vida tornando alvo fácil para o diabo atacar.
O diabo é um oportunista, ele aproveita a fraqueza do homem ou pecado para agir e interagir em sua vida causando destruição em todas as áreas da vida da pessoa.
O apóstolo Pedro alertou a forma que o inimigo age, como um leão devorador (I Pe 5:8).  



sexta-feira, junho 30, 2017

O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei. (João 15:12)

O mundo pode ver Cristo de várias maneiras, seja numa pintura ou um quadro pendurado na parede, que não vê, não ouve, não pode falar.
Mas o verdadeiro Cristo, Ele ouve e fala, nos ensina a caminhar na direção certa, ninguém pode mentir ou enganar, pois tudo Ele sabe e vê. 
"Nada, em toda a criação, está oculto aos olhos de Deus. Tudo está descoberto e exposto diante dos olhos daquele a quem havemos de prestar contas" (Hebreus 4:13)


Jesus Cristo não está crucificado, humilhado em uma cruz, mas Ele vive eternamente, na qual tudo o que fizermos prestaremos conta. Hoje Ele se coloca como nosso "advogado" mas no grande dia Ele será o Juiz, na qual julgará a Terra.
"Portanto, visto que temos um grande sumo sacerdote que adentrou os céus, Jesus, o Filho de Deus, apeguemo-nos com toda a firmeza à fé que professamos" (Hebreus 4:14)
Nada pode passar despercebido aos olhos de Deus, ninguém pode contradizer a Palavra de Deus, Cristo nos ensinou o caminho, e um de seus mais ilustres ensinamentos concretizou-se no amor ao próximo.
"Isto vos mando: Que vos ameis uns aos outros" (João 15:17)
"Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu?" (1 João 4:20)

"Meu Deus: dê-me olhos que vejam o melhor nas pessoas, um coração que perdoe o pior, uma mente que se esqueça o mal, e uma alma que nunca perca a fé." (autoria desconhecida)


sábado, junho 24, 2017

Tu és o meu Senhor, a minha bondade não chega à tua presença (Salmos 16:2)

As pessoas andam ansiosas, deixam as aflições do mundo ficarem entre ela e Deus, devido a falta de compromisso e fidelidade com o Senhor. 
Deus espera a fidelidade nas pessoas, um coração quebrantado, um coração obediente a Ele.
Assim, como disse o rei Davi, “Ele sabe do que somos formados, lembra-se de que somos pó”: mas ainda assim, devemos renunciar as coisas que compromete a nossa comunhão com Deus.
Ainda que não fomos perfeitos, devemos andar segundo a vontade do Senhor, e quando meditamos na sua Palavra encontramos a resposta para tudo, vemos que a nossa existência depende Dele.
O Senhor é a nossa herança, é Ele que nos faz conhecer a vereda da vida, a alegria em nossos lares, é Ele que levanta o caido, que restaura a alma abatida.
"O Senhor é a porção da minha herança e do meu cálice; tu sustentas a minha sorte" (Salmos 16:5)
O dinheiro pode comprar muitas coisas mas, não compra a felicidade, saude e paz, ou seja não supre todas as necessidades do homem, mas o Senhor pode suprir todas necessidades sem exceção, pois Deus nos dar o nosso suprimento necessário para sobrevivência.
"O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus." (Filipenses 4:19)
Temos total segurança para a vida eterna juntamente com o Senhor Jesus, sabendo que Deus é o nosso bem maior, e de nada teremos falta se buscamos com retidão e fidelidade, sem olhar as circunstâncias, mas olhamos para Cristo.
"Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á.
Porque, aquele que pede, recebe; e o que busca, encontra; e ao que bate, abrir-se-lhe-á" (Mateus 7:7-8)


sexta-feira, junho 23, 2017

Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes (Tiago 4:6)

A apostasia, significa "um abandono ou falta de fé", e isso está influenciando na vida das pessoas, a apostasia ameaça o Corpo de Cristo hoje.
Diversas formas de apostasia está contaminando o povo, como falsas doutrinas que leva as pessoas em direções oposta da Palavra de Deus.
São muitas as pessoas que renunciam a verdade e a fé cristã, na qual, resulta em um abandono completo de Cristo.
"Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos, e se apartem da simplicidade que há em Cristo" (2 Coríntios 11:3)
De certa forma, o diabo usa métodos ousados para tentar confundir o ser humano da Palavra de Deus, ou seja, da Verdade que liberta.
O apóstolo Paulo falava de uma grande apostasia vindoura, que viria sobre a terra nos últimos dias. 
"Não deixem que ninguém os engane de modo algum. Antes daquele dia virá a apostasia e, então, será revelado o homem do pecado, o filho da perdição." (2 Tessalonicenses 2:3)
A Palavra de Deus está se cumprindo a cada dia, e no tempo determinado todas as coisas se cumprirão, ainda que muitos negaram a fé e foram seduzidos pelas mentiras do "homem do pecado", a Palavra do Senhor não muda.
"O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras jamais passarão" (Mateus 24:35)
Infelizmente, a falta de compromisso com o Senhor, afasta o homem de Deus, contribuindo para uma vida espiritual destruída e mortos para verdade.

A Palavra nos adverte, de que todo aquele que amar o mundo se faz inimigo de Deus (Tiago 4.4), e isso nos é revelado que o amor do nosso Deus não está nele. 
Aqueles que amam a Deus, amam o Seu Filho Jesus Cristo, e também amam o seu próximo, se afastam de todo engano e das mentiras de Satanás que com seu exercito buscam ocasiões de corromper o homem e afastá-lo pra sempre de Deus.

sexta-feira, junho 09, 2017

Porque assim diz o Senhor Deus de Israel: A farinha da panela não se acabará, e o azeite da botija não faltará até ao dia em que o Senhor dê chuva sobre a terra. 1 Reis 17:14

Deus não desampara aqueles que teme a Ele e são fiéis ao Senhor.
Ele não abandona o seu povo, porquanto a sua fidelidade está presente em nossa vida.
Ele ouve as nossas angústias e o nosso clamor, e são nas horas mais difíceis, quando achamos que não há saída, ali está Deus com seus planos sobre a nossa vida. 
O Senhor cumpre as suas promessas na vida de seu povo, no antigo testamento mostra a historia de uma viúva, vivendo em uma condição miserável, e um credor iria levar os seus filhos como escravo para pagar a divida.
"E uma mulher, das mulheres dos filhos dos profetas, clamou a
Eliseu, dizendo: Meu marido, teu servo, morreu; e tu sabes que o teu servo temia ao SENHOR; e veio o credor, para levar os meus dois filhos para serem servos." 
(2 Reis 4:1)
Conforme a lei israelita isso era permitido, como forma de pagamento ao credor, porquanto, os filhos dos devedores eram tomados pelos credores, para que trabalhassem até que a dívida fosse paga. 
Aquela mulher disse ao profeta Eliseu, "Tu sabes que o teu servo temia ao Senhor", a viúva nas suas palavras, e na sua sinceridade, estava falando uma verdade para Eliseu e não uma reclamação ou murmuração. Ela falava da lealdade com que seu marido servia a Deus e ao próprio Eliseu e sabia que Deus jamais abandona o seu povo.
Ela por sua vez, não pediu riquezas ou uma boa posição na vida, mas olhou pela vida de seus filhos e a miséria que lhe havia acometido.
"E Eliseu lhe disse: Que te hei de fazer? Dize-me que é o que tens em casa. E ela disse: Tua serva não tem nada em casa, senão uma botija de azeite.
Então disse ele: Vai, pede emprestadas, de todos os teus vizinhos, vasilhas vazias, não poucas.
Então entra, e fecha a porta sobre ti, e sobre teus filhos, e deita o azeite em todas aquelas vasilhas, e põe à parte a que estiver cheia.
Partiu, pois, dele, e fechou a porta sobre si e sobre seus filhos; e eles lhe traziam as vasilhas, e ela as enchia.
E sucedeu que, cheias que foram as vasilhas, disse a seu filho: Traze-me ainda uma vasilha. Porém ele lhe disse: Não há mais vasilha alguma. Então o azeite parou.

Então veio ela, e o fez saber ao homem de Deus; e disse ele: Vai, vende o azeite, e paga a tua dívida; e tu e teus filhos vivei do resto" (2 Reis 4:2-7)
E assim foi, aquela viúva foi vitoriosa porque creu nas promessas de Deus, não murmurou pela situação, mas foi fiel ao Senhor e Ele foi misericordioso com ela e seus filhos.

quarta-feira, maio 24, 2017

Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem (João 4:23)

"Então me invocareis, e ireis, e orareis a mim, e eu vos ouvirei.
E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes com todo o vosso coração" (Jeremias 29:12-13)

Toda oração feita em nome de Jesus, tem um grande valor, na qual até os demônios estremece ao ouvir esse nome precioso, JESUS.
"O que vocês pedirem em Meu nome, Eu farei". (João 14:14)
Lembre, que Deus procura adoradores que o adore em espirito e em
verdade, porquanto precisamos ser transformados pela verdade e regenerados pelo Espírito de Deus.
Deus sabe de todas as coisas, conhece o nosso coração, conhece os nossos pensamentos, tudo Ele sabe. É por isso, que temos a necessidade de ter um coração quebrantado, um coração segundo o coração de Deus.
Por mais que as pessoas se convençam de que não precisam de Deus, a verdade é que elas nunca poderão viver sem Ele, sem a sua proteção, porquanto as misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos.
Mas, muitas coisas tem afastado o homem do Criador do Universo, 
do Deus Vivo.  O coração do homem é enganoso, portanto, não devemos nos apoiar no nosso próprio entendimento, mas deixar que o Senhor nos auxilie da maneira Dele.

Muitos armazenam no seus corações o ódio e vão se alimentando com o fel, o sabor amargo da ira, por isso, vão perecendo numa guerra que não são delas, uma guerra na qual, Jesus venceu lá na
cruz do calvário.
Não podemos ouvir o sonido de guerra do diabo, mas a trombeta de Deus que soará como triunfo para todos que Nele esperam.
"Bendito o varão que confia no Senhor, e cuja esperança é o Senhor" (Jeremias 17:7)

segunda-feira, maio 22, 2017

O Espírito de Deus me fez; e a inspiração do Todo-Poderoso me deu vida. (Jó 33:4)


Deus criou o homem segundo a sua semelhança, ele é formado por: corpo, alma e espírito. Nosso corpo é um corpo físico, ou seja, é uma estrutura visível, que com o tempo vai se envelhecendo, não é eterno.
O espirito do homem é a parte imaterial é a parte divina do homem que se relaciona com Deus, e a alma é o centro das emoções e da vontade, porquanto a alma e o espirito são eternos. 
Da mesma forma que cuidamos do nosso corpo físico, importa que tenhamos maior atenção de como está o nosso corpo espiritual.
O nosso corpo necessita do alimento para sobrevivência, um dia Jesus, ao ser tentado pelo diabo disse:
"Não só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus." (Mateus 4:4)
A Palavra de Deus é o alimento para as nossas almas, é nela que encontramos paz e refrigério para nossa vida. 
O Senhor Deus formou o homem do pó da terra, e soprando-lhe nas narinas deu o fôlego da vida, e assim o homem tornou-se alma vivente. 
Portanto, devemos nos espelhar em Deus, pois somos criados por um Ser Absoluto e Poderoso, Ele nos deu a capacidade de compreender e entender, deu-nos livre arbítrio, para que possamos fazer as nossas próprias escolhas. Então tenhamos cautela no que escolhemos, fazer o bem é o que nos aproxima de Deus e obedecer aos seus mandamentos nos leva ao Reino de Deus.
É importante que cuidemos e zelemos do nosso corpo espiritual. 
Da mesma forma que precisamos de água para não sermos desidratados ou do alimento diário para nosso corpo físico, assim também é o nosso espírito que tem necessidade de ser alimentado para não perecer.
Somente Deus sacia a fome espiritual, pois Jesus é o nosso alimento, o pão da vida. 

No mundo, a sociedade anseia em acabar com a fome mundial que rege o planeta, mas infelizmente, a fome que deveria está em pauta, seria a fome espiritual, ou seja, se o nosso espírito está alimentado certamente todo o nosso corpo também estará, pois o homem que confia no Senhor, nada tem falta.
"Fui moço, e agora sou velho; mas nunca vi desamparado o justo, nem a sua semente a mendigar o pão." (Salmos 37:25)


sábado, maio 20, 2017

O que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé. (1 João 5:4)


"Quem é que vence o mundo? Somente aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus." (1 João 5:5)
A guerra espiritual é travada entre as forças do diabo e o exército Celestial de Deus. O povo de Deus vai ter de lutar contra o inimigo de Deus, pois Satanás sempre atentará para destruir a todo ser humano para não receber a salvação do Senhor e nem desfrutar das bençãos de Deus. 
Mas não estamos sozinhos, fazemos parte de um grande exército e nosso líder é Jesus! Ele nos dá força para lutar e vencer. No fim,
Deus irá destruir as forças do diabo
Deus nos deu o reino, mas precisamos tomar posse daquilo que nos pertence, ou seja, ainda que temos a promessa, Satanás luta para roubar o que o Senhor conquistou para nós.
Quando recebemos a Jesus Cristo, como Senhor e Salvador recebemos gratuitamente a salvação. E isso não se refere as obras da pessoa mas, sim pela graça concedida através da morte e ressurreição de Cristo.
Mas devemos aprimorar a nossa fé, avançando na Palavra e na obediência a Deus, então, só assim poderemos desfrutar dos benefícios do Reino.
O inimigo, sempre tentará nos atacar e é por isso, que ele busca ocasiões para nos confrontar na área mais frágil da vida da pessoa.
Devemos derrubar as barreiras colocada pelo diabo, para não nos impedir de lutar e vencer de conquistar o reino de Deus e tudo aquilo que o Senhor nos deu.
O bom soldado vai a guerra mas antes ele sabe a importância de conhecer o campo de batalha do inimigo. E um desses campos é sempre travada no campo de batalha de nossa mente.
O diabo batalha principalmente na mente humana e infelizmente consegue manipular pessoas levando a violência, suicídio, conflitos, enfermidades, entre outros males.

São áreas prediletas do inimigo, batalhar na mente humana, injetando seu veneno para destruir a vida das pessoas.
Não devemos de medo de nenhuma ameaça do diabo, mas sim confrontá-lo mediante a Palavra de Deus. Através da oração e da perseverança em Cristo, usando todas as armas de guerras celestiais.
"Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós" (Tiago 4:7)

sábado, abril 15, 2017

Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. (Efésios 6:11)


"Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno."  (Efésios 6:16)
Satanas usa os seus ataques diabólicos na mente humana por meio de diversos veículos de comunicação. 
O nosso cérebro controla todo o nosso corpo e ele é alvo de violentos ataques no mundo espiritual. É através da mente que ele consegue induzir e enganar o homem para fazê-lo agir de forma contrária a vontade de Deus.  
No início quando Deus criou o homem, o Senhor ordenou que de toda a árvore do jardim podia comer livremente, mas não permitiu que comesse da árvore do conhecimento.
"Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás." Gênesis 2:17)
Mas, o diabo enganando, fez com que eles desobedecessem a Deus, e cometessem o mesmo pecado que Satanás cometeu, o pecado da desobediência.
Não devemos deixar o diabo manipular as nossas mentes, colocando pensamentos ruins, ou de ódio, inveja, indecência, imoralidade ou outro tipo de coisa que transtorna a mente humana, na qual, muitos por falta de compromisso com Deus, terminam com suas vidas destruídas.
O diabo só tem uma porta para nos atacar: “A mente humana”
Para vencer os conflitos que o diabo tem travado, temos que ocupar
as nossas mente com a Palavra de Deus, e ter compromisso com Deus. 
"Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho." (Salmos 119:105)
"Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração." (Hebreus 4:12)
Muitos ocupam as suas mentes em coisas que não edificam, e não meditam na Palavra, e por isso,  muitos estão doentes, aflitos, atormentados por falta de Deus.



sexta-feira, março 24, 2017

Porque o Senhor será a tua esperança (Provérbios 3:26)

"Ele os chamou para isso por meio de nosso evangelho, a fim de tomarem posse da glória de nosso Senhor Jesus Cristo" (2 Tessalonicenses 2:14)
Nossa confiança nas promessas de Deus é a certeza de que seguimos a um verdadeiro Deus que cumpre as suas  promessas mediante a Sua  palavra.  
"O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar." (Mateus 24:35)
É em Jesus Cristo, que temos o cumprimento das promessas de Deus, isto é, uma vida restaurada, na qual temos a promessa da salvação da nossa alma, sabendo que, fora de Cristo não existe outro caminho, não existe salvação. Ele é o único meio que nos leva ao Pai Celestial.
A vida eterna é um  grande presente de Deus aos homens, que nos foi dada no novo nascimento de Jesus por sua morte. 
Ela, porquanto, é dada para todos que receberam  a promessa de Deus e que aceitaram o Seu Filho, através da sua graça maravilhosa, e pelo Seu precioso sangue que foi derramado por nós, ou  seja, em nosso favor.
"Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus." (Efésios 2:8)
Ao compreendemos essa verdade, logo sabemos que, não tememos os ataques do diabo e nem precisamos ter medo do amanhã, temer a  fome, as guerras ou até  mesmo a morte, porquanto, a vida eterna já está em nós, já nos foi dada pelo Espírito Santo, através da obra de redenção de Cristo Jesus.
De fato, recebemos da natureza de Deus para revelar a sua vida a todos os homens que Nele crer e o aceitaram.
A medida que aprendemos a conhecer a vontade Deus e deixamos Ele guiar os nossos passos, podemos ter uma comunhão com o Senhor, então as suas promessas cumprirão em nossas vidas.
"Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós. Alimpai as mãos, pecadores; e, vós de duplo ânimo, purificai os corações." (Tiago 4:8)
Essa palavra nos ensina um fundamento principal, isto é, quando alguém se aproxima de Deus, o Senhor também se aproxima dele, pois, foi por amor que Ele enviou Seu filho para nos resgatar das crueldades de Satanás e seus subordinados.
Chegai-vos a Deus, e Ele se chegará a nós, por isso, aquele que o busca deve  buscar de todo seu todo entendimento de todo seu coração, só assim, o encontrará.
"E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes com todo o vosso coração." 
(Jeremias 29:13)
O Senhor não despreza um coração quebrantado e disposto a obedecê-lo, pois as misericórdias do Senhor, não tem fim, e Ele está sempre pronto a receber e perdoar aquele que se arrepende dos seus maus caminhos e o busca de todo o seu coração.

quinta-feira, março 02, 2017

Combati o bom combate, terminei a corrida, guardei a fé. (2 Timóteo 4:7)


A fé é um fundamento principal na vida da humanidade, pois sem ela nada se faz ou nada conquista, fé não é uma emoção ou algum tipo de sentimento.
Aquele que tem a sua fé firmada em Deus, não é abalado pelos problemas ou pelas circunstâncias da vida. 
Porque ainda nos momentos de luta ou tribulação, os desafios da vida não são nada comparado ao poder de Deus, e é Ele que nos dar a segurança e livramento.
Na Bíblia mostra  histórias de vários homens e mulheres de fé que venceram, e isso foi devido a fé inabalável em Deus.
Foi pela fé que muitos alcançaram bom testemunho e tiveram suas vidas transformadas.
Quando Abel ofereceu a Deus o seu mais excelente sacrifício do que Caim, isso resultou não somente o amor que ele tinha pelo Senhor, mas foi pela sua fé que ele alcançou testemunho de justo.
Noé, obedecendo a voz de Deus, deu credito ao que o Senhor lhe revelou sobre o diluvio, preparando, portanto, uma arca para a salvação da sua casa, tornando herdeiro da justiça que é segundo a fé.
"Porque vivemos por fé, e não pelo que vemos." (2 Coríntios 5:7)
A nossa fé tem que ser baseada no poder de Deus, porquanto, devemos ter a certeza do cumprimento das promessas de Deus em nossas vidas. Ter a certeza que tudo aquilo que esperamos ou precisamos o Senhor Deus vai nos dar por meio da fé em Cristo Jesus.
"Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos." (Hebreus 11:1)
"Pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança" (Tiago 1:3)


quarta-feira, fevereiro 22, 2017

Acima de tudo, porém, revistam-se do amor, que é o elo perfeito. (Colossenses 3:14)


"Esta história é contada como verídica, um jovem soldado estava voltando para casa, depois de ter lutado numa guerra muito sangrenta.
Ele ligou para seus pais e disse-lhes:
_ Mãe, Pai, eu estou voltando para casa, mas, quero lhes pedir um favor. Eu tenho um amigo que eu gostaria de trazer comigo.
_ Claro, filho, nos adoraríamos conhecê-lo!
_ Mas, há algo que vocês precisam saber, ele foi terrivelmente
ferido na guerra; pisou em uma mina e perdeu um braço e uma perna. Ele não tem nenhum lugar para ir e, por isso, eu quero que ele venha morar conosco.
_ Puxa, filho, não é fácil cuidar de uma pessoa com tantas dificuldades assim… mas, traga-o com você, nós vamos ajudá-lo a encontrar um lugar para ele.
_ Não, mamãe e papai, eu quero que ele venha morar conosco.
_ Filho, nós não podemos assumir um compromisso tão grande assim. Ele não seria feliz morando aqui conosco. E nós perderíamos um pouco da nossa liberdade. Vamos achar um lugar em que cuidem bem dele.
_ Está certo, papai, o senhor tem razão!
Alguns dias depois, no entanto, eles receberam um outro telefonema, da polícia. O filho deles havia cometido suicídio, num hotelzinho de beira de estrada numa cidade vizinha, bem perto deles.
Quando ele foram fazer o reconhecimento do corpo descobriram que o “amigo” do qual o rapaz falara era ele mesmo, que havia sido gravemente ferido na guerra e escondera o fato de seus pais, com medo de não ser aceito por eles".

Jesus, nos amou incondicionalmente Ele, portanto não olhou para o nosso defeito, mas antes nos chamou para pertencer a Ele ao seu Reino Celestial.
Seu amor superou as nossas fraquezas e as nossas dores foram levadas por Ele, e fomos reconhecidos como filhos de Deus, porquanto, Jesus não nos rejeitou ainda que nós o havia rejeitado.
O homem olha para as imperfeições das pessoas seus defeitos, seus erros e esquece de olhar a si mesmo.
Jesus deixou o Seu trono, foi crucificado para que o homem pudesse ser livre da maldição da Lei, sabendo que o salário do pecado é a morte, foi por isso, que Ele morreu para pagar a pena pelos nossos pecados, para que um dia não tivéssemos que pagá-la por toda a eternidade no lago de fogo (Apocalipse 20:11-15). 
Não amamos somente aqueles que nos ama, mas também aqueles que nos ofendeu. Amemos as pessoas sem impor condições, mas porque Cristo nos ensinou a amar.
"Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus;" (Mateus 5:44)
"O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei" (João 15:12)
"O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha.
Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor" (1 Coríntios 13:4-5)